Ruy Baumer enfatiza a importância do fortalecimento da indústria no atual momento político do país

“E bom ou ruim, este é o MEU país! E eu o quero de volta. Temos que preparar nosso futuro. Muita inovação e transpiração. Teremos um grande trabalho pela frente. Mas se mesmo no porão da economia pararmos de cavar, já temos um início de retorno para o andar de cima”, disse ele

Em seu discurso durante o V jantar de associados ABIMO, no último dia 14 de abril,  Ruy Baumer, presidente do Sinaemo, elogiou a iniciativa das empresas de investir em inovação e trazer novidades que possam suprir a alta demanda do setor. “Apesar da grave crise, vemos nossas empresas aumentando seus investimentos em inovação, apresentando cada vez mais propostas, ideias e soluções. Nós, como empresários e entidades, somos um pouco responsáveis pela situação atual do país. Responsáveis, talvez, por comodismo ou omissão e por isso precisamos nos unir”.

 

Baumer destacou ainda a necessidade de acompanhamento das ações do governo em benefício de todos. “Empresas saudáveis mantêm controle diário de seus índices e números. Temos que ter a mesma atitude com o governo. Temos que preparar nosso futuro. Muita inovação e transpiração”, disse o presidente, que ainda acrescentou: “a saúde, juntamente com a educação, é foco central de governos sérios, comprometidos com as necessidades da população e com a constante evolução da qualidade e tecnologia de seu mercado, que induzem fortemente a evolução e a inovação dos participantes deste setor”, falou.

 

Para Paulo Henrique Fraccaro, superintendente da ABIMO, mesmo diante do atual cenário de incertezas, os empresários devem voltar-se à inovação para estimular o desenvolvimento da empresa e da nação. “Quando o país está com a vida normal é importantíssimo o empresário pensar em ser inovador. Com a crise política e econômica, mais do que nunca, é iminente que as empresas devem continuar pensando na inovação, pois no momento em que o país melhorar, se a empresa não tiver inovações, poderá ficar extremamente atrasada”, ressaltou.

 

 Leia aqui o discurso de Ruy Baumer na íntegra:

 

Caros associados, amigos, colaboradores e parceiros,

 Boa noite a todos e obrigado pela presença.

 É um prazer comemorar mais um encontro anual de associados da ABIMO / SINAEMO e da sétima edição do Prêmio Inova Saúde, uma das condecorações mais importante do setor.

 Aproveito para parabenizar os idealizadores, organizadores e avaliadores que souberam inovar a cada edição. Em especial o Calixtro pela coordenaçao e dedicação.

 Como parece que finalmente estamos terminando 2015, este pode ser considerado nosso jantar de final de ano também. Que venha 2016 !

 Nosso foco neste evento é Saúde, Inovação e União.

 Saúde que, junto com Educação, é foco central de Governos sérios, comprometidos com as necessidades da população e com a constante evolução da qualidade e tecnologia de seu mercado, que induzem fortemente a evolução e a inovação dos participantes deste setor.

 Aqui, recebemos regularmente governos de outros países convidando e oferecendo facilidades para nossas empresas inovarem em seus países.

Nossas empresas! Empresas Brasileiras! Que são muitas vezes negligenciadas aqui.

 Esta mesma Saúde e mesma Inovação, que no Brasil, sem nenhuma preocupação com qualificação, conhecimento, capacidade e muito menos com metas, foram barganhadas e entregues a figuras que nos brindaram até agora com propostas bizarras e discursos estapafúrdios.

E pessoalmente são muito acessíveis e agradáveis. Mas no lugar errado.

 E apesar desta situação de descaso e em meio a grave crise, vemos nossas empresas aumentando seus investimentos em inovação, apresentando cada vez mais propostas, ideias e soluções.

 Estas empresas que fazem o Inova Saúde, junto com ações de nossos parceiros (associações, hospitais, empresas, Fiesp CAF, etc.) crescerem a cada ano.

 Realmente merecem muitos parabéns !!

E união, porque nós, como empresários e entidades do setor, somos um pouco responsáveis pela situação atual do país. Responsáveis talvez por comodismo ou omissão.

Teremos brevemente uma nova oportunidade de atuação. Medidas e propostas serão apresentadas.

Caberá a nós participarmos, apresentarmos propostas e, principalmente, cobrarmos o governo para que mantenha o rumo, sem nos deixarmos anestesiar por vantagens e cala-bocas que desviem a atenção das metas.
Empresas saudáveis mantêm controle diário de seus índices e números. Temos que ter a mesma atitude com o governo.
Temos que preparar nosso futuro. Muita inovação e transpiração.
Estamos numa situação política e econômica complexa. Esperamos ter uma definição, qualquer que seja, em pouco tempo.

Há alguns anos questionamos a política. E fizemos algumas previsões alarmantes. Até fiquei repetitivo. Quando isso acontecia o Fraccaro me lembrava: Olha a pimenta!

Conto 2 historias sobre minhas criticas:

1ª – A Pimenta:
(A historia da pimenta é sobre um seriado de época onde empresário do ramo da pimenta queria encontrar uma noiva. Mas só sabia falar …de pimenta.Muito chato.
Como assisti com minha mulher, quando estava muito repetitivo com a situação do pais ela disse: parece o cara da pimenta.
Caí na besteira de contar para o Fraccaro, aí vocês já sabem.)

Tentei controlar minhas criticas.
Mas nunca imaginei que chegaríamos a este ponto.
A 2ª historia em um aniversario em Itaipava, há uns 2 anos:

Um empresário conhecido me ouvindo questionar o caos que eu enxergava, disse: Vocêsss paulisssstasssss empresáriosss da Fiesssp não enxergam o bem que este governo está fazendo ao país.

Ele realmente estava muito bem.
Hoje, usa tornozeleira.
De grife. Se não me engano, Sergiô Morô.

Sempre critiquei muito nosso país. Nunca fui um fanático nacionalista. E sempre reclamei muito. (Olha a pimenta).
O pais é como nossa família: nós podemos reclamar e criticar. Os outros não. Muito menos roubá-lo!

E bom ou ruim, este é o MEU país!
E eu o quero de volta.

Temos que preparar nosso futuro. Muita inovação e transpiração.

Teremos um grande trabalho pela frente. Mas se mesmo no porão da economia pararmos de cavar, já temos um início de retorno para o andar de cima.

Que este seja o jantar da retomada!

Retomada da Saúde!
Retomada do crescimento!
Retomada do Brasil!
Bom jantar a todos.
Não vai ter golpe, vai ter impeachment / viva o Brasil escolher!


 

Veja também