Relatório de Atividades da Gerência Geral de Tecnologia de Produtos para Saúde

São Paulo, 23 de fevereiro de 2017 –  A Gerência Geral de Tecnologia de Produtos para Saúde da Anvisa disponibilizou o relatório com as atividades realizadas em 2016.

Um dos destaques do relatório foi o cumprimento dos prazos estabelecidos em lei para as demandas de primeira manifestação em processos de registro e cadastro de equipamentos, materiais e produtos para diagnóstico in vitro. Como resultado imediato, houve redução de aproximadamente 40% no número de mandados de segurança recebidos em 2016 (48) em relação aos recebidos em 2015 (114), considerando que grande parte desses mandados se referia às demoras para concessão de registro/cadastro.

Dando continuidade ao relatório apresentado no ano anterior, o material reforça a transparência e o foco da gestão no aprimoramento do controle sanitário de dispositivos médicos e na execução de ações específicas para se atingir maior convergência regulatória internacional.

Clique aqui para acessar o relatório na íntegra

Veja também