Missão levará empresários para prospecção de negócios na Alemanha

A ABIMO, em parceria com a LexMercatoria, empresa especializada na realização de missões empresariais em feiras de negócios, realizará uma missão empresarial à Medica, maior feira do mundo do setor de produtos médico-hospitalares, que ocorrerá em Düsseldorf de 14 a 17 de novembro. A iniciativa é voltada para fabricantes do setor e visa a prospecção de novas tecnologias para o desenvolvimento de produtos e processos produtivos, assim como a identificação de potenciais parceiros internacionais para geração de negócios e inovação, captação de informações sobre investidores e outros tipos de parcerias, além de conhecer o centro mundial de inovação na área da saúde.

E para apresentar às empresas interessadas como será a missão, nesta quinta-feira (21), houve um encontro para o lançamento oficial na sede da Acirp (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto). O evento contou com a presença de Paulo Henrique Fraccaro, superintendente da ABIMO, que falou sobre as perspectivas da ação. “O objetivo de uma missão como essa é fortalecer a mentalidade dos empresários brasileiros de que a exportação é necessária para a sobrevivência da empresa. Nós buscamos abrir caminhos para que o empresário possa dar o primeiro passo para ingressar no mercado internacional”, destacou o superintendente, que ainda ressaltou: “ A cidade Ribeirão Preto foi escolhida para o evento, pois a região é caracterizada pelo grande volume de empresas voltadas para o setor da saúde, e o lançamento da missão pode atrair empresários para a atividade exportadora”.

O encontro contou ainda com a presença de Julio Soncini, diretor de relações internacionais da Acirp; André Ali Mere, presidente da APL Saúde de Ribeirão Preto; Malu Sevieri, diretora da Emme Brasil (representante oficial da feira Medica no Brasil); Rudolf Schallenmüller, cônsul honorário da Alemanha, entre outros representantes do setor.

Medica

A feira traz, todos os anos, as principais novidades globais no que se referem a instrumentos médicos, equipamentos cirúrgicos, eletromedicina, equipamentos e mobiliários para hospitais, técnicas laboratoriais, técnicas medicinais, técnicas ortopédicas, fisioterápicas e têxteis. O pavilhão brasileiro, organizado pela 15ª vez pelo Brazilian Health Devices, projeto executado pela ABIMO, em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) foi formado por cinquenta empresas entre o hall principal.

Algumas empresas também tiveram stands no hall dedicados ao segmento de laboratório e de ortopedia. “A Medica é um importante momento para fazer uma imersão no mundo internacional dos negócios da saúde e uma excelente oportunidade para encontrar os principais players globais deste segmento da indústria, por isso é importantíssimo que as empresas brasileiras participem do evento apresentando a qualidade de seus produtos”, destacou Laísa França, coordenadora de promoção comercial da ABIMO.

Simultâneo à feira ocorrem fóruns e congressos que visam a troca de experiências e contatos com expositores e a formação contínua dos profissionais ligados ao setor da saúde. Em 2015, o evento recebeu visitantes de cerca de 120 nacionalidades. A porção de visitantes internacionais (vindos de fora da Alemanha), aumentou mais de 50%. Segundo a organização do evento, um grande número de pessoas veio [surpreendentemente] dos mercados estrangeiros dos Estados Unidos, América Latina, além de, especialmente, do Irã e dos países situados nas regiões de língua árabe.

Veja também