Indústria vende estoque de janeiro em apenas 15 dias

Nesta terça-feira (18), a ABIMO foi destaque em matéria publicada pelo Valor Econômico, a respeito do aumento da demanda e do baixo estoque de testes para detectar Covid-19.

O superintendente da associação, Paulo Henrique Fraccaro, concedeu entrevista ao veículo e comentou o atual cenário. Ele acredita que o país deve sofrer com o desequilíbrio no abastecimento por mais tempo, devido à aceleração da demanda mundial e pelo fato de os fabricantes dependerem de insumos chineses. “Há uma complexidade de saber quanto vai faltar e quando virão os componentes para os testes, pois são cerca de 100 empresas no Brasil. Por isso, temos que dar prioridade às pessoas que estiverem em situação mais grave”, disse.

Leia a matéria na íntegra, exclusivo para assinantes Valor Econômico: clique aqui.

Veja também