Fanem é uma das associadas ABIMO já confirmadas na Feira MEDICA Brasil

Multinacional brasileira pioneira na fabricação de equipamentos médicos e de laboratórios está motivada com a participação no evento que será realizado entre 5 e 8 de maio de 2020

Sempre em busca de novas oportunidades para ampliar sua atuação tanto no território brasileiro quanto no exterior, a Fanem já confirmou participação na primeira edição da Feira MEDICA Brasil, evento que será realizado em São Paulo entre 5 e 8 de maio de 2020. Confira a entrevista com Claudio Curvelo, supervisor de marketing da empresa, a respeito das expectativas para a exposição.

SINAEMO em Movimento – O que motivou a Fanem a expor na primeira edição da Feira MEDICA Brasil?

Claudio Curvelo – Como pioneiros da indústria de equipamentos de neonatologia e laboratoriais, buscamos sempre diferentes meios de prospectar oportunidades, formar parcerias e alcançar novos públicos. Esta nova feira ofereceu à indústria brasileira uma oportunidade que vai ao encontro do nosso planejamento para o alcance destes objetivos.

SINAEMO em Movimento – Qual a expectativa para o evento que coloca o Brasil no calendário da principal feira do setor de saúde no mundo?

Claudio Curvelo – São as mais altas possíveis. Acompanhamos durante anos o trabalho de excelência que os organizadores realizam nas edições da feira que acontece em Düsseldorf, na Alemanha e, por isso, esperamos um evento inovador que, com certeza, superará as expectativas de expositores e visitantes.

SINAEMO em Movimento – Acredita que ao trazer a plataforma da MEDICA em Düsseldorf para o Brasil conseguiremos suprir algumas das principais demandas do setor de saúde?

Claudio Curvelo – O sucesso de uma feira é medido através da capacidade da organização de fomentar o encontro da indústria geradora da inovação e de seu mercado consumidor.

Atualmente, o setor de saúde está ansioso por soluções que possam reduzir custos e aprimorar processos, especialmente pelo uso da tecnologia. Sendo assim, existe uma alta demanda a ser explorada no setor e acredito que a plataforma MEDICA será utilizada de maneira eficiente, com diferencial atrativo para a promoção deste encontro entre a indústria e o mercado.

SINAEMO em Movimento – A Fanem é uma empresa totalmente internacionalizada com bons contratos comerciais mundo a fora. Como, ao seu ver, a Feira MEDICA Brasil pode contribuir para a exportação das fabricantes brasileiras de produtos para a saúde?

Claudio Curvelo – Hoje atuamos em 135 países e parte desse sucesso aconteceu por meio de nossa participação em feiras e eventos internacionais. Esses eventos foram fundamentais para que outros países pudessem ter contato com nossos equipamentos e para que reconhecessem o Brasil como um fabricante de tecnologia com alto valor agregado e diferencial competitivo para a área da saúde.

A contribuição que a nova feira pode oferecer é fazer com que o esforço da indústria na prospecção de possíveis novos compradores seja reduzido, já que o evento assume o papel de principal polo de atração desse público que tanto interessa aos fabricantes brasileiros, seja na busca de um novo mercado ou para organizar uma rede internacional de distribuidores.

SINAEMO em Movimento – ABIMO e SINAEMO apoiam a feira. O que espera da atuação das entidades para a construção de um evento de sucesso?

Claudio Curvelo – O papel das duas entidades será fundamental para que os diferenciais da feira sejam levados ao mercado, potencializando o número de visitantes e consequentemente as oportunidades de negócios. Temos muita confiança que esse trabalho será um sucesso, já que ABIMO e SINAEMO são consideradas representantes e a voz do mercado da saúde, sempre defendendo os interesses e a melhoria contínua do setor.

Veja também