Empresas brasileiras participam de feira internacional na Suíça

Empresas brasileiras participam de feira internacional na SuíçaMais de 40 países participaram do evento; companhias brasileiras realizaram por volta de 100 contatos e têm interesse em novas oportunidades internacionais

Em mais uma iniciativa para incentivar o comércio entre países, empresas associadas à ABIMO e que fazem parte do projeto Brazilian Health Devices, executado pela entidade em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), participaram da 17ª edição da Efort (European Federation of National Associations of Orthopaedics and Traumatology), feira que aconteceu entre os dias 1º e 3 de junho, em Genebra, na Suíça.

No pavilhão brasileiro, a ABIMO levou cinco empresas do setor: Baumer, Biomecanica, Bionnovation, Exxomed e Traumec. É a primeira vez que a associação participa do evento, que é itinerante, voltado totalmente para o mercado de ortopedia e traumatologia, e reuniu 44 países, entre eles: Espanha, Itália, Bangladesh, Colômbia, México, China, Irã, Arábia Saudita, Polônia, Egito, Iraque, Turquia, República Tcheca, França, Marrocos, Portugal, Grécia, Estados Unidos, Bielorrúsia, Paquistão, Lituânia, Reino Unido, Bulgária, Suíça, Bahrein, Alemanha, Rússia e Áustria.

“Nosso objetivo nesta feira é focar em um único segmento de produtos para que haja resultados mais efetivos”, afirmou a gerente de marketing e exportação da ABIMO, Clara Porto. Segundo a supervisora de vendas internacionais da Baumer, Aline Akemi, a estratégia deu certo: “Participar de eventos direcionados é, com certeza, muito mais produtivo e assertivo para as indústrias brasileiras em relação às expectativas de negócios. Iniciativas como essas nos proporcionam muitos ganhos, principalmente em eventos focados e com público selecionado”.

Durante os três dias de evento, as empresas brasileiras realizaram por volta de 100 contatos. A Biomecanica prospectou cerca de 30 novos clientes e considera o evento uma boa oportunidade para ganhar visibilidade no mercado internacional. “Tivemos a chance de desenvolver contatos no mercado europeu e introduzir nossa nova linha de produtos nesse mercado tão representativo e competitivo”, avalia o representante de vendas e exportação da empresa, André Colaciti.

A Baumer contatou 25 possíveis clientes, tanto da Europa quanto da Ásia. “Tivemos muita procura de países como Itália, Grécia, Rússia, Egito. Foi uma oportunidade de estar mais próximo do mercado, dos distribuidores, de cumprir uma agenda prévia para a região e também de manter a imagem institucional presente internacionalmente”, disse Aline.

As empresas dizem que ainda é cedo para mensurar os impactos da participação em números de negócios, mas garantem que há intenção de participar de novos eventos direcionados como este. “Ainda é cedo para fazer essa avaliação, mas podemos dizer que nossas expectativas foram concretizadas com sucesso e que temos intenção de fazer parte de outros eventos como este”, disse Colaciti.

“Ainda é prematuro dimensionar em números nossos resultados, porém os objetivos foram cumpridos e a probabilidade de fecharmos distribuição para as linhas apresentadas no evento são bem altas. Oportunidades como essas nos proporcionam muitos ganhos e pretendemos participar de outras feiras internacionais segmentadas, como a Efort”, complementou Aline.

A feira também é palco para um dos maiores congressos de ortopedia do mundo que, neste ano, abordou o julgamento clínico da idade na coluna, a influência da idade sobre a reconstrução nos tumores ósseos, como o atendimento precoce pode possibilitar mobilidade para o resto da vida, bem como doenças degenerativas de pé e tornozelo.

 

 

Veja também