Conheça os finalistas da categoria odontológica do Inova Saúde

Dezesseis empresas inscreveram suas inovações 

Com os melhores profissionais e equipamentos em nível mundial, a odontologia brasileira pedia uma premiação a altura que reconhecesse os avanços e inovações da indústria. Pela primeira vez desde a sua criação, o Prêmio Inova Saúde, entregue pela ABIMO, bonificou separadamente as empresas do setor médico-hospitalar e odontológico.

“Essa separação por categorias é fundamental para conseguirmos premiar de forma igualitária. São áreas distintas e a odontologia tem apresentado desenvolvimento significativo no mercado brasileiro e mundial. Somos reconhecidos por termos os melhores profissionais e equipamentos de ponta. O Prêmio Inova passa a incentivar ainda mais os empresários do setor que investem em novidades”, diz o vice-presidente de odontologia da ABIMO, Knud Sorensen.

Dezesseis empresas cadastraram seus produtos para concorrer ao Prêmio, que entregou R$ 50.000,00 reais a Aditek, vencedora na categoria. “Para o ano que vem, temos expectativa que o número de empresas inscritas seja, pelo menos, o dobro. Foi a primeira edição, mas foi representada com muita qualidade por todos os representantes”, completa Sorensen.

A Angelus, fabricante de produtos odontológicos, apresentou a Linha Angie, série de soluções para atendimento do público infanto-juvenil com material educativo, motivacional, produtos para prevenção e tratamento. Já a Dabi Atlante, companhia que fabrica equipamentos odontológicos, apostou no New Versa, primeiro Consultório odontológico do mundo controlado por iPad, com exclusiva tecnologia e fabricação brasileira.

A desenvolvedora de produtos e soluções voltadas ao segmento odontológico, FGM, inovou com o Arcsys, um sistema de implantes versátil que traz novas perspectivas para os profissionais e melhor resultado estético e funcional para o paciente. O SCAN – Silicone de   adição odontológico, produto nacional para moldagem de alta precisão em odontologia, foi a inovação apresentada pela empresa Yller,

O vice-presidente da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica, Carlos Francci, considera o investimento na inovação um fator imprescindível para o crescimento da indústria “O Brasil hoje em dia é uma potência em odontologia, mas precisa continuar criando novos produtos. A FGM e a Angelus, por exemplo, são empresas relativamente novas, com cerca de vinte anos, que exportam para diversos países e que se consolidaram no mercado nacional. A iniciativa da ABIMO em premiar e reconhecer essas companhias é interessante para continuar incentivando o desenvolvimento do setor”, finaliza Francci.

Parabéns a todos os finalistas!

Veja também