Com desempenho superior a 2018, Brazilian Health Devices encerra 18ª participação na feira MEDICA de Düsseldorf

Evento na Alemanha gerou mais de 1,6 mil contatos para as 35 empresas que compuseram pavilhão brasileiro; companhias firmaram US$ 2,5 milhões em negócios, valor 51% superior ao negociado em 2018

Positivos, os resultados da participação nacional na edição 2019 da feira MEDICA de Düsseldorf, na Alemanha, surpreenderam. Entre 18 e 21 de novembro, as 35 marcas que integraram o pavilhão brasileiro organizado pelo Brazilian Health Devices firmaram US$ 2,5 milhões em contratos, valor 51% superior ao conquistado na edição passada. O Brazilian Health Devices é fruto da parceria entre a ABIMO e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para a internacionalização da cadeia produtiva de saúde do país.

Participando pela 18ª vez, o pavilhão brasileiro vem trilhando uma trajetória de crescimento no evento. Além de ampliar consideravelmente o número de negócios fechados durante os quatro dias de feira, as marcas traçaram uma meta ambiciosa para os próximos 12 meses: converter mais US$ 15,7 milhões em negócios com base nos 1.636 contatos realizados com potenciais clientes vindos de 73 países.

Reconhecida como a principal feira do setor de saúde do mundo, a MEDICA recebe cerca de 120 mil visitantes e envolve mais de 5,5 mil expositores em seu pavilhão. Para a indústria brasileira, que oferece produtos de qualidade e excelente custo-benefício, é uma grande oportunidade de fortalecer a marca perante os principais compradores do mundo.

Com base no sucesso do evento tanto na Alemanha quanto em todos os outros países por onde passa, a Messe Düsseldorf – organizadora da feira – e a ABIMO firmaram uma parceria para trazer o evento ao Brasil. E a assinatura desse projeto foi um dos destaques dessa edição da MEDICA alemã.

Para Larissa Gomes, a expectativa para a edição brasileira é alta. “Com o Brazilian Health Devices, visitamos inúmeras feiras de saúde pelo mundo. Assim, construímos uma excelente expertise a fim de fazer do Brasil uma boa plataforma para estimular o relacionamento entre todos os elos da cadeia de saúde”, comenta ao enfatizar a importância de trabalhar em prol da internacionalização das fabricantes brasileiras também em território nacional. A Feira MEDICA Brasil será realizada entre 5 e 8 de maio de 2020 no Expo Center Norte, em São Paulo. Clique AQUI para saber mais sobre a assinatura da parceria entre a ABIMO e a Messe Düsseldorf.

Percepção da indústria – De volta à feira após um período de ausência, a DK Diagnostics encerrou sua participação satisfeita. “Estivemos na Alemanha para buscar novos negócios e consolidar contatos que já fizemos no passado”, pontua Emerson Ferrareto, gerente comercial. “Agora é continuar o trabalho no Brasil, falando com essas pessoas que visitaram nosso estande para colher os frutos da exposição na Alemanha”, complementa.

Para José Humberto Moromizato, da Duan, ter a marca exposta antes mesmo do evento no site oficial da feira é excelente. “Essa divulgação é um investimento necessário. Tivemos contato com mais de 30 potenciais clientes vindos de 21 países e percebemos que os visitantes já chegam à feira com uma lista das empresas que pretendem conhecer”, declara. A Duan lançou, na MEDICA, um novo dispositivo para localização de veias periféricas por meio de infravermelho.

A vitrine proporcionada pela MEDICA também é um dos pontos de interesse da Agaplastic. Para Gustavo Reis, a presença na maior feira de saúde do mundo alavanca o portfólio da companhia. “Estar na Alemanha é uma grande oportunidade de tornar nossos produtos conhecidos no mercado global”, diz elogiando a parceria entre a ABIMO e a Apex-Brasil que possibilita o acesso das indústrias ao evento.

Segundo divulgado pela organização da feira, um dos pontos fortes da edição 2019 foi a qualidade do público presente: mais de 90% dos 121 mil visitantes tinham autonomia para tomar decisões. A próxima edição já está marcada e acontecerá entre 16 e 19 de novembro de 2020.

Veja também