Camex altera para 2% imposto de importação de bens de informática

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou a resolução nº 116, de 17 de dezembro, que altera para 2% a alíquota do imposto de importação incidente sobre bens de informática e telecomunicações na condição de ex-tarifário. A primeira delas altera, como etiquetas eletrônicas passivas, tipo “transponders”, módulos eletrônicos de controle submarino das válvulas de produção de petróleo e gás, testadores modulares elétricos para computadores de aeronaves, unidades de processamento de dados destinados à manipulação exclusiva de imagens médicas radiográficas e mamográficas, entre outros. As alíquotas irão vigorar até 30 de junho de 2017.

Veja também