Brazilian Health Devices esteve nesta semana em missão de prospecção no Irã

Irã, 20 de abril de 2017 – A missão de prospecção do Projeto Brazilian Health Devices para quatro mercados no Norte da África e Oriente Médio chega ao fim nesta semana. A equipe, composta pela gerente de projetos e marketing internacional, Clara Porto, e pelo analista de acesso a mercados, Rafael Cavalcante, esteve no Egito, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Irã. A missão teve duração de duas semanas e, desde o último sábado (15), a equipe realizou intensa agenda no Irã. Na capital do país, Teerã, houve uma visita ao Embaixador do Brasil, Rodrigo de Azeredo, representantes do setor público iraniano do IMED (Iran Medical Equipment Department), consultorias, companhias e associações empresariais do país.

“Foi confirmada por nossa equipe a percepção de que o governo iraniano enfatiza no momento, o estabelecimento de parcerias entre empresas locais e companhias estrangeiras, visando, sobretudo, o abastecimento do mercado local”, explica Rafael Cavalcante. O país busca se integrar a cadeias de produção e internalizar ao menos parte da atividade produtiva necessária a atender um mercado de aproximadamente 80 milhões de consumidores. O Irã se apresenta também como um hub de exportação para países próximos do Oriente Médio, da região do Cáucaso e da Ásia Central de difícil acesso, como Iraque, Afeganistão, Azerbaijão e Turcomenistão. Isso amplia as possibilidades de acesso a consumidores para empresas com conexões e parcerias no mercado iraniano. Toda a estadia por esses quatro países, realizada ao longo das duas últimas semanas, constitui-se como uma ação muito rica por parte da equipe, que pôde coletar informações de alta relevância para as próximas ações visando aos mercados do Norte da África e do Oriente Médio.

 

Veja também