Brazilian Health Devices embarca para o Oriente Médio para feiras

AF_Marca_BHD_

As empresas associadas à ABIMO e que fazem parte do Projeto Brazilian Health Devices, executado pela entidade em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), estarão presentes em Dubai para duas feiras: a Arab Health, segunda maior feira na área da saúde do mundo e principal feira de equipamentos médicos do Oriente Médio que acontece entre os dias 25 e 28 de janeiro e a AEEDC (International Dental Conference & Arab Dental Exhibition), maior feira odontológica do Oriente Médio e Norte da África, que ocorrerá entre os dias 2 e 4 de fevereiro.

Arab Health

A Arab Health conta com mais de 4 mil expositores e 120 mil visitantes de 160 países. Embora seja realizada no Oriente Médio, a feira ganhou expressão mundial nos últimos anos, atraindo expositores e visitantes de todas as partes do mundo. A expectativa é que a feira resulte em US$ 23 milhões em negócios durante a feira e nos próximos 12 meses, provenientes de contatos após o evento. “Ultrapassamos os US$ 22 milhões em expectativas de negócios, foi a melhor edição da Arab Health até hoje e foi a feira que mais deu resultados em 2015”, destaca Clara Porto, gerente de marketing e exportação da ABIMO, que ainda acrescenta: “A maioria dos visitantes são traders e distribuidores. A Arab Health é uma feira muito movimentada para as empresas. Os expositores vão para fechar negócios”, pontua.

As empresas que estarão no pavilhão brasileiro na Arab Health são: Q2Tec, BR Goods e LB Diagnóstica, participando pela primeira vez, além da Fanem, Samtronic, Magnamed, Scitech, Loktal, Carci, Sismatec, Phoenix, Deltronix, Drillermed, Hpbio, Instramed, Casex, Osteomed, Ibramed, Inpromed, Olidef, Spine Implantes, Hospimetal, Atrasorb, Traumec, Ortosintese, Medicone, Neoortho, Olsen, Baumer, GMI, Exxomed, Dorja, Biomecanica, MMO, e BRGOODS. Nesta edição, haverá exposição de empresas na MEDLAB – Feira de Laboratórios, que estará localizada dentro da Arab Health, são elas: Bioclin, DK Diagnostics, WAMA e Lupetec.

AEEDC

 

No ano passado, a AEEDC totalizou aproximadamente 700 mil dólares em negócios fechados durante o evento. Nesta edição, a expectativa é de US$ 4 milhões em negócios durante a feira e nos próximos 12 meses, provenientes de contatos após o evento. Segundo Clara Porto, os Emirados são o principal mercado árabe para os produtos odontológicos do Brasil, “mas há outros que são bastante grandes, como Tunísia, Arábia Saudita e Argélia”, ressalta. “Ela é bastante rentável e, como tem muitos dentistas, as empresas podem fazer a promoção ativando diretamente o cliente final”, acrescentou Porto destacando que, no ramo odontológico, o dentista é quem define diretamente os produtos e equipamentos a serem comprados para as clínicas.

 

As 14 empresas nacionais que participarão do evento são: Gnatus, Nova DFL, Microdont, Cristófoli, Sistema INP, Technew, Bio-Art, Angelus, Maquira, Titanium Fix, TDV, Biodinamica, DSP e Bionnovation. As companhias levarão produtos como motores, cimentos, clareadores, brocas, articuladores, cadeiras e implantes, entre outros.

 

Hands On

Na edição da Feira AEEDC deste ano, haverá uma ação especial para a promoção dos produtos oferecidos pelas empresas brasileiras. “Teremos o espaço Hands On, que tem como objetivo possibilitar às empresas que não apenas realizem a promoção comercial tradicional de maneira passiva nos stands, mas que possam fazer uma promoção comercial mais técnica, com demonstrações práticas para incentivar o cliente final e, por meio de um procedimento mais técnico e dinâmico, atrair mais visitantes”, revela Porto.

Veja também