Brasil expõe portfólio com produtos e soluções para reabilitação na maior feira do setor no mundo

Rehacare será realizada entre 18 e 21 de setembro na Alemanha; pavilhão brasileiro será montado pela quarta vez no evento

A indústria de saúde brasileira estará na Rehacare 2019 para expor produtos e soluções desenvolvidas para o segmento de reabilitação e tecnologias assistivas. Com cerca de 1 bilhão de pessoas vivendo com alguma deficiência no mundo, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), o mercado é altamente competitivo e exigente. O pavilhão brasileiro no evento – que é reconhecido como o principal do setor do mundo e será realizado entre 18 e 21 de setembro em Düsseldorf, na Alemanha – é uma das ações do Brazilian Health Devices, projeto setorial executado pela ABIMO em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Expositora da Rehacare desde 2016, a Spine segue para a feira a fim de expandir sua inserção no mercado europeu. Fabricando cadeiras esportivas e sociais, a marca já comercializa seus produtos para Alemanha, EUA, Argentina e Venezuela. “Nesta edição pretendemos fortalecer nossa presença na Alemanha – que hoje é nosso mercado mais importante – além de ampliar nosso comércio junto a França, Suíça e Espanha”, comenta Carolina Kobylanski.

Muito visado pela produção brasileira, o mercado europeu está em busca de qualidade e inovação. “Em geral, produtos com maior sofisticação e maior nível de valor agregado têm maiores chances de sucesso na Europa”, diz Rafael Cavalcante, coordenador de acesso a mercados da ABIMO.

E é justamente nessa característica que a Spine aposta suas fichas. “Focamos nossas ações em países que buscam produtos de qualidade, alta precisão e personalização total, pontos chave da nossa fabricação”, complementa Carolina enfatizando que, com o aumento gradual de compras da Europa desde 2016, a Rehacare tornou-se um importante evento do calendário estratégico da empresa.

Depois de frequentar a feira como visitante, a Helio Adaptações Automotivas estará nesta edição da Rehacare pela primeira vez como expositora. Com equipamentos para adaptações veiculares, a empresa vislumbra uma excelente oportunidade de iniciar sua internacionalização durante o evento. “Queremos começar novas parcerias comerciais apresentando nossos produtos ao mercado externo. Nosso foco está, principalmente, nos países da América do Sul”, pontua o gerente geral César Madeira.

Fabricando equipamentos tecnológicos e exclusivos que proporcionam segurança e conforto, a empresa reconhece a importância do Brazilian Health Devices na busca pela expansão comercial da companhia. “O projeto é um excelente canal de comunicação entre o mercado de equipamentos de saúde e os compradores internacionais, além de nos oferecer todo o suporte necessário”, relata.

Pesquisa e desenvolvimento – Além de levar indústrias de saúde para a Rehacare, o Brazilian Health Devices também promove a pesquisa e o desenvolvimento de produtos para reabilitação por meio de uma parceria com o LAIS (Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte).

Integrando o pavilhão brasileiro, o laboratório segue para a Alemanha a fim de verificar as novas tecnologias em uso na área de reabilitação, acessando fornecedores de equipamentos e tecnologia e firmando novas parcerias. “Na edição de 2018 da feira formamos boas parcerias com uma empresa brasileira e com uma norte-americana”, explica o professor doutor Danilo Nagem. Neste ano o foco do LAIS na Rehacare está no desenvolvimento de soluções para pacientes com ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica) e doenças negligenciadas.

“Somente conseguimos desenvolver tecnologias inovadoras quando conhecemos o que o mundo está trabalhando. Assim podemos atuar para melhorar essa tecnologia ou convertê-la aos padrões e às necessidades brasileiras”, comenta Nagem. Durante o evento, os profissionais do LAIS divulgarão o sistema Autonomus e o projeto Um Anjo para ELA.

A Rehacare representa uma excelente oportunidade para a indústria brasileira de produtos para reabilitação e tecnologias assistivas expandirem seus contatos comerciais. Clique AQUI e confira mais detalhes sobre as perspectivas do pavilhão nacional no evento.

Veja também