Apreciada no mercado internacional, odontologia brasileira encerra AEEDC com mais de US$ 2 milhões em novos contratos

Há expectativa de gerar US$ 9 milhões em negócios ao longo do ano; empresas fizeram 769 contatos com potenciais compradores durante o evento

Entre 1º e 3 de fevereiro, quinze fabricantes brasileiras de dispositivos odontológicos estiveram em Dubai participando da AEEDC, maior feira do segmento na região do Oriente Médio, África e Ásia. Membros do Brazilian Health Devices (BHD), projeto de exportação da Associação Brasileira da Indústria de Dispositivos Médicos (ABIMO) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), essas empresas firmaram US$ 2 milhões em contratos e encerraram o evento com a expectativa de concretizar mais US$ 9 milhões em novos negócios ao longo dos próximos 12 meses. O resultado foi superior ao obtido nos dois anos anteriores.

“A AEEDC de 2022 surpreendeu com uma movimentação bastante similar à que encontrávamos nas edições pré-pandemia. E mais importante ainda do que o número de visitantes é que durante os três dias encontramos um público muito qualificado, ou seja, pessoas que realmente estavam em busca de bons parceiros comerciais”, comentou Larissa Gomes, gerente de projetos e marketing internacional da ABIMO. O pavilhão brasileiro realizou 769 contatos de prospecção no evento.

As fabricantes também enfatizaram a qualidade do público presente. “Apesar do momento de pandemia que estamos vivendo, a feira tinha uma quantidade muito alta de distribuidores de qualidade que buscavam negócios”, declarou Eduardo Scarchetti, da Biodinâmica. Na visão do executivo, que esteve no evento em 2020, momentos antes da crise sanitária ter início, a edição deste ano foi ainda melhor em termos de oportunidades de negócios.

Para Luciano Grillo, da Deltronix, a AEEDC incentivou a empresa a investir no mercado internacional de odontologia, estratégia que está sendo iniciada pela companhia. Fabricante de equipamentos na área de eletrocirurgia, a marca esteve pela primeira vez no evento. “Participamos efetivamente das feiras promovidas pelo Brazilian Health Devices, porém, neste ano, começamos a inserir nossos produtos odontológicos no mercado externo. Com o feedback extremamente positivo que tivemos, pretendemos participar de outras feiras desse setor”, disse.

Reafirmando-se como uma excelente porta de entrada dos produtos nacionais no importante mercado do Oriente Médio, a AEEDC – que recebe representantes de mais de 150 nações – permitiu que as marcas brasileiras ali presentes ampliassem o relacionamento com países como Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos, Irã, Iraque, Jordânia, Marrocos, Paquistão e Turquia.

Sobre a ABIMO

A Associação Brasileira da Indústria de Dispositivos Médicos (ABIMO) representa a indústria brasileira de produtos para a saúde que promove o crescimento sustentável no mercado nacional e internacional.

Fundada em 1962, a instituição conta com mais de 300 associados e surgiu a partir da ideia de 25 fabricantes de produtos médicos e odontológicos com o objetivo de fortalecer, organizar e regulamentar o segmento. Nesses anos de trabalho, a ABIMO expandiu suas operações de suporte à cadeia produtiva através de conselhos e grupos de trabalho, os quais respondem por todos os aspectos técnicos, operacionais e associativos do setor.

Sobre o BRAZILIAN HEALTH DEVICES

O projeto setorial Brazilian Health Devices, executado pela ABIMO em parceria com a ApexBrasil, tem como missão fomentar as exportações das indústrias de artigos e equipamentos da área da saúde. Brazilian Health Devices é a marca que reúne as indústrias exportadoras do setor e as representa internacionalmente.

Sobre a APEXBRASIL

A ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. A agência também coordena os esforços de atração de IED (investimentos estrangeiros diretos) para o país.

Veja também