Anvisa fecha mais estabelecimentos de implantes odontológicos falsos

São Paulo, 4 de maio de 2017 – A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), com o apoio das Visas Estadual e Municipal, fechou na terça-feira (2), na Zona Leste de São Paulo uma fábrica irregular de implantes odontológicos com peças produzidas sem as mínimas condições de higiene. Essa foi a segunda intervenção da Agência no estabelecimento, que já fora fechado em julho de 2016, com a apreensão de mais de 90 mil peças. Segundo o coordenador de Segurança Institucional na Anvisa, Marcel Figueira, desta vez, foram apreendidas mais de 25 mil unidades.

Já na quarta-feira (3), na região central da capital paulista, foi a vez de uma distribuidora que, apesar de ter AFE (Autorização de Funcionamento de Empresa), comercializava implantes dentários falsificados adquiridos de um fabricante de Valinhos (SP), preso em dezembro do ano passado em uma operação.

Essas ações fazem parte da Operação “Fake”, que acontece em todo o país e tem o apoio da ABIMO.

Conforme já divulgado largamente à imprensa e à sociedade, cerca de 30% dos quase 3 milhões de implantes dentais realizados em média por ano no país são feitos com produtos ilegais. “Levando em conta que o mercado de implantes é de 2,9 milhões de unidades e o de componentes é duas vezes esse número, temos mais de 2 milhões de peças irregulares circulando”, diz o superintendente da ABIMO, Paulo Henrique Fraccaro. Esta ação da Anvisa tem o apoio da Abimo porque visa trazer segurança aos usuários e fortalece o setor, complementa Fraccaro.

 

Veja também