Africa Health, principal feira médica na África, recebe empresas do Projeto BHD

 

São Paulo, 1º de junho de 2017 –  Empresas associadas à ABIMO e que fazem parte do Projeto BHD (Brazilian Health Devices), executado pela entidade em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), estarão presentes em Johanesburgo, África do Sul, entre os dias 7 e 9 de junho para participação na Africa Health, principal congresso e feira da área da saúde da região da África Subsaariana.

Esta é a quinta participação da comitiva brasileira, quando dez empresas formarão o pavilhão: Bioclin, Fanem, GM Reis, HealTech, Loktal, Lupe, Magnamed, Osteomed, Phoenix e Signo Vinces. A região é um dos mercados-alvo para as empresas associadas ao Projeto BHD. “O país apresenta um alto gasto com saúde, cerca de 7,9% do PIB, e é dependente de importações de produtos do setor médico-hospitalar, por isso nosso objetivo no evento é reforçar a promoção comercial na feira e atrair mais distribuidores ao Pavilhão Brasileiro, possibilitando, assim, melhores resultados práticos para as nossas empresas”, explica a analista de promoção comercial da ABIMO, Larissa Gomes.

Mercado

De janeiro a abril deste ano, o Brasil exportou US$ 1.132.253 em dispositivos médicos, odontológicos e de laboratórios para a África do Sul, representando quase metade do valor exportado até abril para a África Subsaariana. Entre os principais produtos comercializados estão instrumentos e aparelhos para medicina e cirurgia, incubadoras, artigos e aparelhos de prótese, raios x, dentes artificiais de acrílico, cimentos para obturação odontológica, entre outros.

“A África do Sul tem a facilidade representada pela União Aduaneira da África Austral (SACU, sigla em inglês), que favorece a circulação de produtos na região. O mercado é diversificado e não tem capacidade suficiente de produzir internamente a maioria dos itens de saúde demandados pela sua população, a qual tem condições de renda não muito distantes do Brasil”, explica o analista de acesso a mercados da ABIMO, Rafael Cavalcante. “Diante disso, há espaço no mercado para que importações atendam à necessidade dos consumidores locais. Soma-se a isso o fato de o Brasil e a África do Sul estarem ainda conectados por voos diretos diários entre São Paulo e Johanesburgo”, complementa.

Associados

Participando pela primeira vez da Africa Health, a Signo Vinces, fabricante de implantes ortopédicos e odontológicos, tem grandes expectativas de fechar negócios com o mercado africano. “Temos a pretensão de encontrar distribuidores qualificados, pois a África tem demanda e está ávida por produtos para a saúde”, conta a gerente internacional da empresa, Yolete Carneiro.

A Magnamed, companhia voltada para o mercado de cuidados intensivos e especializada em ventilação pulmonar, levará para a feira o ventilador de transporte Oxymag, um dos mais leves do mercado e que atende desde pacientes neonatais até adultos. Além disso, a empresa apresentará o ventilador de UTI Fleximag Plus de fácil manuseio e manutenção. “Esperamos aumentar nossa participação no mercado privado, principalmente nas grandes redes hospitalares”, declara a analista de marketing da Magnamed, Beatriz Santos.

Já a Osteomed, fabricante de implantes para coluna, participa pela segunda vez da Africa Health e mostrará ao mercado sua linha de instrumentais cirúrgicos e implantes para cirurgia de coluna e traumatologia. “Temos a expectativa de conhecer distribuidores ou órgãos governamentais interessados na compra dos nossos produtos”, destaca o gerente de negócios internacionais, Eduardo Quezada.

Visando iniciar operações comerciais na região, a Bioclin, fornecedora nacional de soluções de diagnóstico in vitro, participa pela segunda vez do evento. De acordo com o responsável pela área de comércio exterior da empresa, Danilo Andrade, as expectativas são grandes em relação à comercialização de reagentes de laboratório.   “Não exportamos para a região diretamente. Porém existem trading companies que fazem vendas indiretas.”

A Phoenix Luferco, fabricante de autoclaves e acessórios, participará pela terceira do evento e irá apresentar uma linha de autoclaves horizontais de grande porte voltada para a área da saúde e para indústrias. “Com a participação na Africa Health, nossa expectativa é retomar os contatos feitos em edições anteriores da feira agora com a marcação CE e desenvolver um distribuidor exclusivo para a região”, disse Keila Vitola, analista de exportação da companhia.

 

Veja também