Aditek é a primeira vencedora da categoria Odontologia do Prêmio Inova Saúde

Eduardo Nogueira Lopes: "A sensação é maravilhosa"
Eduardo Nogueira Lopes, da Aditek: “A sensação é maravilhosa”

A Aditek, empresa reconhecida como uma das principais fabricantes de produtos ortodônticos do Brasil, foi a primeira vencedora da categoria odontológica do Prêmio Inova Saúde, que ocorreu ontem (14), em São Paulo, promovido pela ABIMO. Em sua sétima edição, esta foi a primeira vez que o prêmio foi dividido em categorias.

A inovação vitoriosa foi  o EasyClip +, bráquetes autoligáveis que combinam as técnicas passivas e interativas em um único sistema, facilitando a prática clínica com economia de tempo. “Com esse novo produto, o dentista não precisa chamar o paciente para fazer a manutenção com tanta freqüência, mas apenas a cada 3 ou 4 meses. Então, tanto o profissional quanto o cliente ganham esse ‘tempo de cadeira’, que acaba diminuindo os custos no final do tratamento”, declara o gerente de vendas internacionais da empresa, Eduardo Nogueira Lopes.

Essa foi a segunda vez que a Aditek participou da premiação, concorrendo com outras 15 empresas, mas a primeira em que saiu vitoriosa. “A sensação é maravilhosa pois foram muitos anos de trabalho duro com pesquisa e muita gente envolvida” afirmou Lopes. “Além disso, ser reconhecido como inovador por uma entidade onde estão grandes fabricantes do setor e ainda com um produto que tem patente nos Estados Unidos e Europa, mostra que a indústria brasileira tem o potencial para competir com qualquer outra no mundo.”.

Segundo o vice-presidente de odontologia da ABIMO, Knud Sorensen, a segmentação no Prêmio Inova Saúde trouxe mais visibilidade para um ramo que já é reconhecido mundialmente. “A área de odontologia era misturada com a área hospitalar, e são segmentos totalmente diferentes. Nós somos o único setor da saúde com superavit na balança comercial, temos tecnologia de ponta além de estarmos entre melhores profissionais e equipamentos do mundo. Acredito que isso vá abrir uma perspectiva totalmente nova dentro da premiação”.

Para o professor da Universidade de São Paulo e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica (SBPqO), Carlos Francci, o desenvolvimento de pesquisa pelas indústrias é fundamental para o Brasil. “Premiar essa iniciativa é muito importante porque abre um leque de geração de emprego e produção da própria tecnologia, além da criação de produtos realmente inovadores pela indústria nacional. É muito significante esse estímulo da associação, porque a criatividade do brasileiro precisa ser explorada.”, comentou.

A comissão julgadora da categoria Odontologia foi formada por Adriano Albano Forghieri, Carlos Eduardo Francci, Claudio Pinheiro Fernandes, Knud Hove Sorensen, Monica Talarico Duailibi, Renato Amaro Zângaro, Waldyr Romão Junior.

Veja também