ABIMO participa da 12ª reunião do Gecis em Brasília

Brasília, 4 de maio de 2017 – Na última quinta-feira (27), aconteceu em Brasília a 13ª reunião do Gecis (Grupo Executivo do Complexo Industrial da Saúde). Durante o encontro, a extensão do Programa Brasil Mais Produtivo para a indústria da saúde foi oficialmente lançada, o que representa um importante avanço para o setor de produtos para saúde.

Na ocasião, estiveram presentes Franco Pallamolla e Márcio Bósio, respectivamente o presidente e o diretor institucional da ABIMO. O Programa Brasil Mais Produtivo é uma realização do Senai, do MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços), da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), com a parceria do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). No estado de São Paulo, o programa é operado pelo Senai-SP.

Na fase atual, as empresas participantes do Brasil Mais Produtivo recebem consultoria especializada para que reduzam as formas mais comuns de desperdícios no processo produtivo. A intervenção dentro da firma dura 120 horas, cerca de três meses. O conceito do Brasil Mais Produtivo baseia-se na redução de desperdícios comumente encontrados nas empresas que impactam diretamente na produtividade: superprodução, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, estoque, movimentação e retrabalho. A meta inicial do programa é de melhorar a produtividade em 20%, mas alguns resultados da consultoria mostram crescimento bem acima do esperado.

Nesta etapa, podem ser contempladas indústrias de materiais para medicina e odontologia; aparelhos eletromédicos e eletroterapêuticos; mobiliário para uso médico, cirúrgico, odontológico e de laboratório, entre outros utensílios utilizados por profissionais da saúde.

Os interessados podem acessar o site do programa para outras informações e cadastro www.brasilmaisprodutivo.org.br.

Veja também