ABIMO é autorizada a mover ação judicial para suspender efeitos da reoneração da folha de pagamentos

Medida Provisória torna obrigatória a contribuição previdenciária patronal de 20% sobre a folha de pagamento a partir de 10 de julho

São Paulo, 29 de junho de 2017 – Em Assembleia Geral Extraordinária realizada ontem (28), conforme convocação, as empresas presentes autorizaram a ABIMO, por unanimidade, a mover ação judicial coletiva visando suspender, para todas as empresas associadas, os efeitos da MP nº 774 (reoneração da folha de pagamento), que torna obrigatória a contribuição previdenciária patronal de 20% sobre a folha de pagamento a partir de 10 de julho.

Em paralelo, a ABIMO permanece atuando junto à Comissão Mista Especial que discute a referida Medida Provisória, buscando garantir a permanência do Setor Saúde como beneficiário da desoneração da folha de pagamento.

Veja também