Com missão comercial, Brazilian Health Devices abre caminhos no mercado mexicano

Onze empresas participaram de ações centralizadas na Cidade do México e em Guadalajara

Por meio do Brazilian Health Devices, projeto setorial executado pela ABIMO em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), onze fabricantes nacionais de produtos e equipamentos para saúde participaram de uma missão comercial no México. Entre 3 e 7 de dezembro, o time brasileiro cumpriu uma agenda diversificada composta por apresentações, rodadas de negócios e visitas externas. Além das ações na Cidade do México, o grupo também esteve em Guadalajara, cidade a cerca de 550 quilômetros da capital, a fim de ampliar o conhecimento sobre o mercado local. O país, que tem a segunda maior economia da região latino-americana, oferece boas oportunidades para a indústria brasileira, mas tem processos bastante burocráticos para o registro interno de produtos.

A ação teve início na Cidade do México, local onde o secretário da embaixada brasileira, Mateus Drumond Caiado, realizou uma apresentação sobre os desafios e oportunidades da consolidação de negócios no setor médico-hospitalar mexicano. Como todo produto de saúde comercializado no México está sujeito às normas da Cofepris (Comissão Federal para Proteção contra Riscos Sanitários), agência mexicana de regulação congênere à Anvisa que conta com processos morosos e que exigem atenção, o encontro também recebeu especialistas em assuntos regulatórios, logística e em legislação a fim de sanar todas as dúvidas dos participantes da missão.

Ainda na Cidade do México, o grupo participou de rodadas de negócios e teve a oportunidade de visitar instituições locais e distribuidores a fim de ampliar o conhecimento sobre as peculiaridades do mercado e buscar a geração de novos negócios para suas empresas.

A segunda etapa da missão foi realizada em Guadalajara onde as marcas que visam a internacionalização puderam visitar as instalações da FANEM, multinacional brasileira pioneira na fabricação de equipamentos médicos e de laboratório. A visita ao Parque Tecnológico de Guadalajara objetivava a troca de informações sobre os entraves e as dificuldades de estabelecer uma planta fora do Brasil. Na ocasião, uma parceria entre a ABIMO e a ANAPS, Asociación Nacional de Provedores de la Salud, também possibilitou uma nova rodada de negócios com as empresas locais. 

A missão comercial ao México sucedeu uma missão prospectiva realizada pelo time do Brazilian Health Devices ao país em junho deste ano. Na época foram realizadas reuniões com representantes do Secom (Departamento de Promoção Comercial da Embaixada do Brasil no México), além de contatos com distribuidores e consultorias locais que trouxeram embasamento para que as visitas comerciais deste mês fossem planejadas e executadas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também